voltar

Justiça concede prisão domiciliar para bolsonarista que matou petista

Metropoles Por Metropoles

10/08/2022   21:15

A Justiça converteu, nesta quarta-feira (10/8), a prisão do policial penal Jorge Guaranho de preventiva para domiciliar. O apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) é acusado de matar a tiros o tesoureiro do PT Marcelo Arruda.

A decisão foi tomada pelo juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, após o Complexo Médico-Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba,...

Continue lendo...


Compartilhe...

*Este conteúdo é de direito e responsabilidade exclusiva da fonte original (©Metropoles). O Feedy News é um agregador de conteúdo dos principais portais da internet e NÃO É responsável pelo conteúdo aqui publicado.