Um ano de "ataques frontais" à Lava Jato

Eliane Catanhêde, no Estadão, faz sua retrospectiva do ano e diz que o Judiciário esteve “no centro da suspeita de um cerco institucional à Lava Jato”.

“Vamos combinar que o fim da prisão em segunda instância e os meses de interrupção de investigações pautadas pelo Coaf foram ataques frontais à maior operação de corrupção, talvez, do mundo. E ambos conduzidos pelo Supremo.”

Ela ainda nos recorda do “javanês” de Dias Toffoli.

“No foco, o presidente Dias Toffoli, determinado a derrubar a prisão em segunda instância e autor da canetada que feriu gravemente a atuação do Coaf e suspendeu as investigações com base na inteligência financeira. O discurso ‘em javanês’ do ministro é um dos destaques de 2019. Cada um conclua o que quiser.”

2020 será desafiador. Mas você tem um novo aliado. Saiba mais
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO