Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
2020-12-30T20:07:11-03:00
seu dinheiro na sua noite

Hoje sim, hoje não

30 de dezembro de 2020
20:07
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Já estava tudo certo na minha cabeça. Ia abrir a newsletter de hoje comemorando a pontuação recorde do Ibovespa lembrando daquela icônica cena da Copa do Mundo de 1994, em que Galvão Bueno explode de alegria depois que Roberto Baggio bate o pênalti por cima do gol de Taffarel. 

“Acabou, acabou! É tetra, é tetra”, gritou Galvão, abraçado a Pelé. A alegria dele era contagiante e é lembrada até hoje. 

Essa imagem me veio à cabeça quando pensei que o Ibovespa ia bater sua pontuação recorde, porque vejo nela um sentimento de alívio. No caso, com o fim do período de agruras para a seleção canarinho. De tanto bater na trave (os mais velhos vão se lembrar da decepção da Copa de 1982), finalmente fomos tetracampeões em 1994. 

No caso da bolsa, o fechamento recorde seria uma bela forma de encerrar um ano completamente intenso, o melhor eufemismo que consegui encontrar. Parece que faz tempo, mas nós presenciamos neste ano uma queda histórica dos mercados, com direito a seis circuit breakers (mecanismo de proteção das bolsas que paralisa o pregão quando o Ibovespa cai mais de 10%) entre março e abril. 

Só que o patamar histórico não veio. Quer dizer, ele veio, mas não durou até o fim do pregão. E aí me lembrei de outra histórica narração, desta vez de Cléber Machado, que sintetizou bem a decepção que tivemos quando Rubens Barrichello deixou Michael Schumacher vencer o GP de Áustria, em 2002, a poucos metros da linha de chegada. “Hoje não, hoje não… Hoje sim”, disse Cléber quando aquela vergonhosa ultrapassagem aconteceu. 

Mas tudo bem, isso não tira o brilho do Ibovespa neste ano. Só de ter chegado muito perto em um ano tão difícil (eufemismo outra vez) como 2020 e ter retornado aos 100 mil pontos mostra a força do nosso mercado. O Felipe Saturnino acompanhou a sessão de hoje e explica por que não batemos o recorde e traz ainda um resumo do ano

MERCADOS

 Obcecado por formar uma colônia de humanos em Marte, Elon Musk vislumbra as criptomoedas como o meio de pagamentos mais adequado para esta nova sociedade

EMPRESAS

 As units da Sanepar fecharam o dia com queda de 6,41% depois que os reguladores do Paraná definiram pela aplicação de um reajuste tarifário menor que o esperado.  

 A Caixa Seguridade, braço de seguros e previdência da Caixa, fechou um acordo com a empresa francesa CNP Assurances para distribuir seguros e planos de previdência. Veja a bolada que a Caixa vai levar com isso

ECONOMIA

Governo Central, Estados, municípios e estatais (com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentaram um déficit primário consolidado de R$ 18,1 bilhões em novembro, o pior resultado para o mês desde 2016, segundo o Banco Central. 

 Depois de encerrar a longa novela do Brexit, a União Europeia (UE) concluiu as negociações com a China para um acordo de investimentos, com o país asiático se comprometendo com um nível "sem precedentes" de acesso a seu mercado para investidores do bloco europeu.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

BOA NOTÍCIA

Saúde assina intenção de compra de vacinas da Pfizer e da Janssen

Governo quer comprar sem licitação 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer e de 38 milhões da vacina da Janssen

Esquenta dos Mercados

Pregão de hoje deve ser influenciado pelo 2º turno da PEC emergencial e compra de vacinas

O exterior desfavorável pode não contribuir para a felicidade dos investidores brasileiros, que tem pouco noticiário para sorrir

ilegal

Suspeita de insider da Petrobras já estava no radar da B3

Transações com papéis da empresa com aparência de uso de informação privilegiada deram a um investidor lucro de R$ 18 milhões

Caixa vai seguir adiante com venda de ações ordinárias do Banco Pan

Banco Pan protocola pedido de registro de oferta pública de distribuição secundária das ações detidas pela CaixaPar

debandada

Mais um conselheiro pede para deixar a Petrobras

Leonardo Antonelli é o quinto membro do colegiado a solicitar para que não seja reconduzido como indicado pela União, acionista controlador da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies